28 de outubro de 2010

Seu Silêncio

Quando seu silêncio acabar, venha me procurar.
Só espero que tenhas a sorte de não ser tarde para voltar.
Quando seu silêncio acabar, venha dizer que pensa em mim.
Só espero que tenhas a sorte de que eu não abrace o fim.
Quando seu silêncio acabar, venha e me conforte.
Só espero que tenhas a sorte de não encontrar com a morte.
Quando seu silêncio acabar, diga que me ama.
Só espero que tenhas a sorte de me encontrar em sua cama.

Um comentário:

  1. você escreve muito bem, adorei o blog! to seguindo aqui, parabéns!

    ResponderExcluir